Portal da Transparência
Siga nossas redes sociais

Notícias

Secretárias de Agricultura e Saúde participam de evento promovido pelo Sebrae

Jakson e Ivanilda representaram Coqueiro Seco
Jakson e Ivanilda representaram Coqueiro Seco

O engenheiro agrônomo Jackson Cavalcante, representando a Secretaria da Agricultura, e Ivanilda de Oliveira, da Vigilância Sanitária municipal, participaram, nesta quita-feira, em Maceió, de um evento promovido pelo Sebrae, que discutiu o “Serviço de Inspeção Municipal (SIM): Ferramenta para o Desenvolvimento e Inclusão Produtiva nos Municípios”.

O objetivo foi reforçar para os municípios a importância da criação do SIM, como medida de fiscalização para a setor agropecuário municipal e ao mesmo tempo fortalecer as cadeias produtivas e agregar valor. "O evento mostrou a importância da emissão de DAP e a criação do SIM pelo município para o agricultor familiar, pois a partir desses serviços os produtos agropecuários poderão ser vendidos nos mercados municipais, assim como ser adquiridos pela prefeitura para a merenda escolar através do PNAE”, explica Jakson.

Evento contou com a participação da AMA, Sebrae, Adeal e municípios
Evento contou com a participação da AMA, Sebrae, Adeal e municípios

Jakson e Ivanilda participaram de palestras mostrando experiências exitosas, de outros estados, na produção da agricultura familiar em nível nacional. “Vamos estudar qual o modelo ideal para cada município. Hoje alguns municípios já têm Leis aprovadas para inspeção. Por isso, é importante todos colocarem em prática. Uma vez que a Lei está aprovada, o MP pode exigir o cumprimento”, afirmou Renata Fonseca, superintendente do Sebrae.

A importância da Inspeção

61% dos surtos alimentares com origem identificada envolvem produtos de origem animal

65% das toxiinfecções alimentares ocorrem por produtos caseiros

75% dos casos de diarreia infantil tem origem em toxiinfecções alimentares (OMS)

As doenças transmitidas por alimentos (DTA’S) estão entre as cinco maiores causas de óbitos em crianças (OMS)

582 milhões de pessoas adoecem por ano devido a DTAs, sendo que 351 mil morrem.

“As secretarias de Educação e Agricultura, junto com o Sebrae, a pedido da prefeita Decele, vêm desenvolvendo reuniões com produtores para mostrar a importância de se ter uma DAP e, em seguida, o SIM, para a comercialização dos produtos, porque a prefeitura tem todo o interesse de, através do PNAE, adquirir os produtos da agricultura familiar do município, gerando oportunidades de trabalho renda para a população”, destaca Jakson.

mais notícias